ੴ ੴ Vamos participar minha gente. A união, faz a força!!!

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

ੴ Sobre Saúde - Obesidade e Circunferência Abdominal!!!


Obesidade x Saúde

  • Até bem pouco tempo o que indicava saúde era estar com um peso considerado adequado. O excesso de gordura sempre foi visto como o vilão responsável por uma série de doenças – de infartos e derrames, passando pela apnéia do sono, além de vários tipos de câncer e problemas na coluna. Mas agora, estudos mostram que a relação entre o peso e a saúde vai muito além do excesso de gordura, o importante é saber também onde essa gordura está localizada.

  • A obesidade que ocorre mais nas mulheres, chamada também ginóide ou "a pêra", caracteriza-se pelo depósito da gordura região dos quadris, coxas e nádegas. Sabe-se atualmente que as pessoas com o corpo nesse formato acumulam mais gordura subcutânea (logo abaixo da pele) e, por isso, sofrem menos riscos, pois a gordura não está próxima dos órgãos vitais, o que não compromete tanto a saúde.

  • Já a gordura que está situada na região do abdôme, a famosa “barriguinha de chope”, também chamada de ginóide ou do tipo “maçã”, tem maior incidência nos homens e oferece perigo por  está próxima aos órgãos importantes, como: fígado, intestino, rins e pâncreas.

  • Por isso, agora, além da balança, é preciso enfrentar a fita métrica para ter o aval da boa saúde. A circunferência abdominal passa a ser usada como parâmetro que avalia os riscos que a gordura está causando ao coração.

  • Quanto menor a circunferência abdominal, melhor – e isso não é mais um padrão estético, é uma recomendação médica.

Para calcular

  • A medida da circunferência abdominal é a maior medida entre última costela e o osso superior do quadril (normalmente 2 dedos acima do umbigo). Relaxe o abdome e expire no momento de medir. Os valores você encontra abaixo:

Valores de referência para Circunferência Abdominal

Circunferência Abdominal    Risco aumentado    Risco muito aumentado

Homens                                               > 94 cm                                  >102 cm

Mulheres                                             > 80 cm                                  > 88 cm

III Diretrizes Brasileiras sobre Dislipidemias. Arq. Brás. Cardiol, 2001

  • Esse novo conceito associa o tipo de obesidade à problemas cardíacos, mas é bom lembrar que o excesso de peso pode oferecer outros riscos à saúde e que a obesidade, independente de onde a gordura está armazenada deve ser tratada. E dica é a mesma: controle alimentar aliados a exercícios físicos.

Fonte do texto: Site Herbarium  www.herbarium.com.br

Um comentário:

Gato Guga disse...

Doutora Angela, tudo bem?
Achei esse seu artigo como muito importante e de utilidade pública e por essa razão, com sua permissão, republiquei a íntegra no My Blog Health, que é um bloque sobre qualidade de vida. Todos os créditos foram mantidos obviamente.
Caso entenda que deva ser removido o post, favor informar.
Do contrário, agradeço por sua atenção e autorização.
Um abraço respeitoso.